sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Em algum lugar

Hoje descobri que já não é mais legal estar perto...
Descobri que no seu vácuo, meu silêncio desconfortável fica aprazível, e as coisas que tanto me irritavam voltam a ser afáveis.
Teve sim um dia que quando você estava era legal; admito. Agora não passa de um incômodo extra, mais uma pedra para eu carregar. Não vou dizer que se você morresse tudo melhoraria, mas conto os dias para você desaparecer de vez da minha visão.
O cheiro do seu cabelo está inconveniente, e aquele jeito de oscilar da esquerda para direita meio aleatoriamentente, além de ter perdido totalmente a graça, está se tornando a cada dia algo que irrita. Na verdade, nem fazes mais isto.
Menos sorrisos, menos palavras... Seria essa a verdadeira face? Seria esse o verdadeiro eu? Deve ser o vazio que te acomete. Bem-vindo ao clube, você é só mais um entre centenas de milhares. Curioso... É só ter distância para respirar que novamente todo encanto acaba. Deve ser alguma tendência natural.

Um comentário:

Pedro Coelho disse...

Realmente...
Curti essa "Poesia"...
Escrevi algo parecido algum tempo atrás...
Mas era mais uma auto-critica.
Parabéns dei uma olhada no blog e realmente tem algumas coisas interessantes.